Pesquisa de intenção de voto para prefeito mostra equilíbrio entre direita e esquerda em Conquista

0
Pesquisa de intenção de voto para prefeito de Vitória da Conquista

Uma pesquisa realizada no município de Vitória da Conquista pelo Hoje Indata, entre os dias 8 e 10 de junho, mostra que se as eleições fossem hoje a soma dos votos dos candidatos de partidos de esquerda e de direita, ou assim identificados, seria muito próxima, indicando um segundo turno na eleição de prefeito. Com o aviso de que o levantamento reflete o momento, devendo o cenário se alterar até a dia da votação, marcado para 6 de outubro, o Hoje Indata pesquisou quatro cenários com nomes definidos de pré-candidatos, sendo que o primeiro e o último estão prejudicados porque o primeiro coloca dois nomes do PT, situação impossível, e o último não coloca nenhum nome do mesmo partido, uma situação que, senão impossível, muitíssimo improvável.

Embora tenha também colocado dois nomes do PSDB em todos os cenários, o prejuízo à avaliação é menor, considerando que Ivan Cordeiro e Marcell Moraes são candidaturas muito mais hipotéticas que a de Guilherme ou a de José Raimundo. Ou seja: podem ser os dois, Ivan e Marcell, um por um partido e o segundo por outro, mas essa possibilidade é remotíssima nos casos dos dois ex-prefeitos petistas.

Com as possíveis candidaturas do deputado estadual José Raimundo Fontes (PT), Herzem Gusmão (MDB), Lúcia Rocha (DEM), Fabrício Falcão (PCdoB), Davi Salomão (PRTB), Marcell Moraes (PSDB), Ivan Cordeiro (PSDB), José Maria Caires (sem partido local) e Comandante Rangel (PSL), no cenário 2, as intenções de voto nos candidatos do PT e do PCdoB, alinhados à esquerda, chegam a 41,18%. Os nomes dos partidos identificados à direita (MDB, DEM, PRTB, PSL e PSDB) somam 40,91%. Diferença de apenas 0,27 pontos percentuais. O Hoje Indata calcula uma margem de erro 4 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Já no cenário 3, com a substituição de José Raimundo por Guilherme Menezes, a soma dos votos de PT e PCdoB é 39,04%. Os demais nomes são mantidos e o total da intenções de voto para DEM, MDB, PRTB, PSL e PSDB vai a 42,59%. Diferente do cenário anterior, quando José Raimundo aparece como possível candidato do PT, a chamada esquerda fica atrás, com 3,55pontos percentuais a menos que a chamada direita. Sempre lembrando que a margem de erro indicada pela empresa que fez a pesquisa é de 4 p.p para cima ou para baixo, o que o BLOG considera um equívoco, diante da quantidade de pesquisados: 420 eleitores.

Nos dois cenários, os indecisos (apresentados no relatório pela expressão “nenhum desses”) são: no 1 – 14,28% e no 2 – 15,71%. Respectivamente, dizem que anulariam o voto ou votariam em branco, 3,57% e 2,61%.

O questionário da pesquisa tem 19 perguntas, além das relativas à identificação/estratificação dos pesquisados, e a maioria está relacionada a uma comparação da atual administração com os 20 anos do governo petista (entre 1997 e 2016). São questões como “o(a) sr(a) acha que o governo do PT em Vitória da Conquista avançou, atrasou ou qualquer faria o mesmo que ele fez?”. Para 72,38% avançou, 22,14% responderam que qualquer um faria o mesmo e 5,47% que atrasou. Não há indecisos.

Outra pergunta que não se refere, especificamente, à administração do PT ou à gestão do prefeito Herzem Gusmão quer saber como o eleitor de Vitória da Conquista prefere votar, se no candidato ou no partido. E 82,61% disseram que preferem votar no candidato; 17,38% no partido. Não há indecisos, segundo a pesquisa.

FONTE: HOJE INDATA – LEVANTAMENTO FEITO NOS DIAS 9, 9 E 10 DE JUNHO DE 2019. 420 ENTREVISTAS. MARGEM DE ERRO: 4 P.P

Blog de Giorlando Lima

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui